Sunday, April 30, 2006




CANÇÃO A PAPAI NOEL

Papai Noel
Quero um presente
Espero por ti
Que virá a mim.

Vai me presentear
Para assim me alegrar
E contente a cantar
Vou muito cantar.

Papai Noel
Espero por ti
Eu sei que virá
Para me alegrar.

Vou um presente ganhar
Como sempre ganhei
Contigo vou ne encontrar
E te abraçar.

Papai Noel
É um grande amigo
Há um ano te vi
Veio cantar comigo...

Papai Noel
É por mim querido
Vem voando do céu
É meu amigo...


LUZIA MINHA MÃE

L uzia Maria da Conceição
U ma mulher de bom coração
Z eladora da sua família com ação
I inteligente, muito competente
A lteza compassiva e consciente.

M aior das mulheres no seio da sua família
A mante do amor, para mim
R eferência de grande valor, sim
I rmã e mãe, ela foi sim
A gasalho preparou para o nu e para mim.

D eus a ela abençoou e purificou
A gora com ele está no esplendor.

C aridade, muito tinha no caração
O nde não existia a maldade, não
N unca esqueceu da boa gratidão
C ada dia ela viveu com lealdade
E mpreendedora e assessora, sem maldade
I nocente de coração exemplar
C om Deus um dia foi morar
A lma limpa tranquilamente sem mácula
O radora ao Deus Vivente e Potente...

E la um dia me deixou
A tendendo ao chamado do criador...
S eu coraçãozinho não suportou
A doença de chagas a ele estragou...

São José do Belmonte/PE, 24/10/2004





O TRABALHADOR

O trabalhador é um herói,
que cumpre com
sua missão.

Thursday, April 27, 2006

Gravura colhida da internet


VOCÊ É DOCE
Antonio Cícero da Silva

Você é muito doce
Por isso beijo-te tanto
Com o teu gosto de mel
Sinto estar próximo do céu.

Seu doce é finíssimo
O melhor da natureza
É a razão do meu viver
Oh! Como eu gosto de você!

Por me adoçar os lábios
Fico muito contente
E nunca sou carente.

Vivemos em harmonia
Você é minha linda flor
É o símbolo do puro amor.

Monday, April 24, 2006


Esta é a capa do meu livro:
"SERVIR E PROTEGER COM LEALDADE"
Editora Komedi - 2005
www.komedi.com.br
Autor: Antonio Cícero da Silva
acicero.s@ig.com.br



À todos os meus amigos... O livro SERVIR E PROTEGER COM LEALDADE, tem feito sucesso. Portanto, agradeço a todos, pelo grandioso apoio e carinho...

Naquela pequena e humilde cidade do interior,
surgiram várias quadrilhas que sequestravam,
traficavam e assassinavam, formando uma onde
de terror em toda a população.
Mas, ao entrarem em ação o inspetor Águia e
demais colegas, tudo voltou ao normal.

Romance com ficção tão real que somente poderia
ser escrito por quem realmente entende do assunto.

PEDIDOS: diretamente com o autor e receba seu livro
já autografado.
Editora Komedi
143 páginas
R$ 20,00
e-mail: acicero.s@ig.com.br

DOCES PALAVRAS

Doces palavras são as tuas
Que abalam minha alma
Com meu coração a pular
Quase da caixa a saltar.

Palavras feitas de mel
Macias como o nosso colchão
É como me levar ao céu
Ao enlaçar-me com seu véu.

Proferidas pela alma
São as tuas macias palavras
Para mim és bálsamo
E sempre mais te amo.

Teu palavreado é inigualável
Segredos do coração
É fonte inesgotável
Para mim é indispensável.

Gosto de contigo falar
É injeção de vigor
Perfume que para mim exalou
Luz que jamais apagou.

Palavras como de anjo
Protetores e companheiras
Gosto de ouvi-las tanto
Nem sei descrever o quanto.

Autor: Antonio Cícero da Silva
Do livro: "NÓS SOMOS POESIA"
(Câmara Brasileira de Jovens Escritores-2005)
http://www.camarabrasileira.com/antoniocicero.htm
acicero.s@ig.com.br


SAIA CURTA

Tua saia é muito curta
Para eu suportar é uma luta
Comigo você labuta
Por ser a minha gruta.

Tua saia é assim
Aos meus olhos é ruim
Por não mostrares só para mim
Ao andares olho teu balancim.

Saia curta é a tua
Andas quase nua
Por toda a rua
Lindas pernas são as tuas.

Tuas coxas são lindas
Teu andar mais lindo ainda
É a garota para mim bem-vinda
Meu olhar em ti se finda.

Tua saia me desperta
Acende em mim uma chama
Quando com ela por mim passas
É tesão que trapaça.

Gosto, assim, de te ver
Despertas em mim o amor
És formosa muito, assim,
Mais linda que uma flor.

Do livro: Nós Somos Poesia
(Câmara Brasileira de Jovens Escritores-2005)

MEU AMOR

Meu amor
por ti
é inexplicável.

Do livro: "Nós Somos Poesia"
(Câmara Brasileira de Jovens Escritores - 2005)

POR TI

Vivo por ti
Que me transportas
No teu enorme
Coração...
RECONHECER FAVORES

Autor: Antonio Cícero da Silva

Devemos reconhecer
Os favores alcançados
Devemos ser muito gratos
Já que muitos não reconhecem
E com muita rapidez se esquecem
Dos bons modos e bens recebidos.

Muitos recebem o bem
E com rapidez se esquecem
Agem como tolos
Ao se esquecerem do bem feitor
São pessoas ingratas
Que não possuem o amor.

A pessoa que é grata
Reconhece as boas ações
Praticadas em seu poder
Procura pagar o bem com o bem
E você o que é?
É grato ou ingrato?

Devemos ser agradecidos
Aos nossos doadores e colaboradores
Que conosco colaboram
Com caráter sincero e objetivo
Seremos como águia
Que ao longe ver e reconhece.
DESILUSÃO

Estou desiludido
Por ter te perdido
Não Sou compreendido
Oh! Como estou sofrido.

Não tenho alegria
A muito eu já sofria
Realmente já sentia
Que você não me queria.

O que fazer?
Tranquilo procurar viver!
E procurando por você
Não vou desvanecer.

Mesmo desiludido
Mas não estou vencido
Meu amor não é fingido
Meu coração está partido.

Às vezes até penso
Que realmente não te pertenço
Mas meu amor por ti é imenso
E até guardei teu lenço.

Mas também imagino
"Você me deixou sozinho"
E com a tua falta sentindo
Sou o mais triste dos meninos.