Monday, April 24, 2006


SAIA CURTA

Tua saia é muito curta
Para eu suportar é uma luta
Comigo você labuta
Por ser a minha gruta.

Tua saia é assim
Aos meus olhos é ruim
Por não mostrares só para mim
Ao andares olho teu balancim.

Saia curta é a tua
Andas quase nua
Por toda a rua
Lindas pernas são as tuas.

Tuas coxas são lindas
Teu andar mais lindo ainda
É a garota para mim bem-vinda
Meu olhar em ti se finda.

Tua saia me desperta
Acende em mim uma chama
Quando com ela por mim passas
É tesão que trapaça.

Gosto, assim, de te ver
Despertas em mim o amor
És formosa muito, assim,
Mais linda que uma flor.

Do livro: Nós Somos Poesia
(Câmara Brasileira de Jovens Escritores-2005)

0 Comments:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home